Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Libélula

Libélula
Delasnieve Daspet
 
É primavera.
O alagado agora é relva.
Há vida.

A lua caminha no céu
Cinzento.
No meio da noite
A libélula muda.
Se transforma, sai do casulo.
Cria asa e voa.

Como dói abandonar o seguro.
Tornar-se livre.
Criar asas, voar!

Deixar grudado
No caule do mundo
Tua casca antiga,
Tua vida!

Voar no horizonte,
Sem destino caminhar,
Morrer incandescente
Nos braços do primeiro lampião da rua!
**
27-09-2001 -Campo Grande- MS


 
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 12/03/2006
Código do texto: T122030
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:13)
Delasnieve Daspet