Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Último instante

Aguardo calmamente a chegada das estrelas
Com ela vem a noite
Trazendo em seu brilho
A branca tez de quem espero.
Observo o sorriso entre parênteses
E minha satisfação refletida em seus olhos
Enquanto sinto suas mãos ávidas
Percorrerem o meu corpo
Como se quisessem decorar cada centímetro.
Já é madrugada agora...
E o calor nos obriga
A nos livrarmos de roupas e pudores
Como se o mundo fosse terminar no último gozo!
O sôfrego vai e vem
Do cio e do cansaço
E depois o sono lento e urgente.
24 horas são curtas...
Mas o amor não é efêmero,
Renova-se todos os dias
Como o sol beijando as manhãs...
Sérgio Corrêa
Enviado por Sérgio Corrêa em 13/03/2006
Código do texto: T122630
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Corrêa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
68 textos (1745 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:12)
Sérgio Corrêa