Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contraste.

Contraste.
Delasnieve Daspet
 
Que contraste do ontem.
Cadê a luz e a brisa
Do teu sorriso?
Cadê?!

A tua ausência
Assemelha-se ao tempo.
O céu cobre-se de nuvens plumbeas e pesadas.
Grossas gotas de chuva tamboliram
Nas vidraças das janelas.
O cerrado todo coberto de uma névoa
De cerração...

Me eras tão caro!
E fostes embora num brilhante raio de sol...
No dia da tua partida -
Nada parou!

O céu anilou-se brilhante,
A brisa doce e suave batia nos eucaliptos
Perfumando a tarde...

A mata sussurrava cantos de alegria;
Flores se abriram -
Todas as cores dispostas na eternidade
Do momento...

Pássaros - soltavam seus trinados
Anunciando que a vida segue!
O rio - rumando manso e sereno para seu
Destino - o mar...

Depois de um longo silêncio -
Chegara o fim!
E a calma infinita espalhou-se..

Enquanto o vento batia docemente,
Senti-me livre, protegida, enfim...
Finalmente - completamente só -
Cheguei à mim!
**15,46 hs de 10/1//2001
Campo Grande MS

Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 18/03/2006
Código do texto: T125138
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28512 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:22)
Delasnieve Daspet