Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"EU O BARCO E A NATUREZA"

Eu, que navegava pelo mar afora, sem certeza
e nem vontade de voltar.
As ondas fortes se chocavam contra o barco, e
a brisa fria que se chocava contra o meu rosto,
e a maré vazante que me empurrava para o alto mar.
Um pouco ébrio, pelo vinho que eu bebia, já cambaleante
eu me espalho no convés, achei que era sonho, 
quando vi golfinhos saltitantes na minha frente, 
como a saudar a minha passagem por ali.
Eu me levanto e oscilo ao caminhar, mas acho lindo,
os golfinhos a bailar.
Estou sozinho a deriva mar afora, sem destino...
às vezes choro, outras vezes dou risadas...talvez eu
fiquei louco! Ou então é o efeito da bebida.
Quando de repente o barco emperra em um banco de 
areia, o barco para...eu confiro, é uma baleia, ai!
Que aflição! Agora estou preocupado, tanto estou, 
que fico curado da bebedeira.
O mar se acalma e se estabiliza sobre as águas, então
eu vejo uma grande baleia, que como se estivesse...
gozando de mim, solta um esguicho de água para o 
alto, e solta um som meio maroto, mergulha deixando 
as nadadeiras para fora, que a mim parecia dois dedos 
abertos, fazendo sinal de paz.
E eu sigo o meu caminho...caminho incerto, talvez sem
volta, caminho sem trilha e sem destino, eu olho para
trás e vejo os golfinhos a me seguir, como se fossem
Anjos, a me proteger.
Saltitam, e soltam sons como se fossem risadas, e o
sol brilha, e o mar agora é calmo, o vento sopra 
suavemente e os meus lábios se abrem num sorriso, 
pressentindo que agora é tudo paz, é tudo calmaria,
que eu tenho esperanças, de que a vida continue! Que
o mundo é meu, é nosso! Que nada está perdido, e que
eu tenho um lugar ao sol, que Deus existe! Que a natureza 
é bela! E que sem ela eu e você...todos nós, não seremos
possíveis viver.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 23/03/2006
Código do texto: T127567
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257148 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:44)
Antonio Hugo

Site do Escritor