Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Irremediável Círculo

Tô indo. Quando volto? Não sei. Amanhã talvez. Quem sabe semana que vêm, ou no próximo mês. Mas eu volto! Perdoe, amor. Vou porque minha alma pede pra voar. É irrequieta, busca  novas estações, mas sabe que aqui é o meu lugar. Quando voltar, trarei-te flores, para colorir e enfeitar o teu espaço. As mais perfumadas que encontrar! De preferência, que tenham cor laranja, pois favorece a felicidade. E é a tua o meu grande objetivo. Sim, meu bem! Minha alma e meus instintos pretendem a tua felicidade. Porque não há nada mais encantador no mundo que o teu sorriso, que é mágico e completamente transparente. Reflete a grandeza do teu ser, espelha o quão belo és. Além de tudo, tem efeito magnético. Me atrai para ti por mais distante que estejas. Reconheço, amor, viajo imenso e por vezes distancio-me como se não houvesse mais possibilidade de retorno. Porém, os caminhos são circulares e sempre me trazem de volta para ti. Sabe, tenho a impressão que há uma conspiração, será que são nossos anjos? Não, são nossos corações que se precisam, irremediavelmente.
Catia Schneider
Enviado por Catia Schneider em 29/03/2006
Reeditado em 29/03/2006
Código do texto: T130363
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Catia Schneider
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 38 anos
147 textos (33308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:57)
Catia Schneider