Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ENCONTRO

O ENCONTRO

No dia em que me encontrei sem rumo, olhei para o céu,
escolhi uma estrela, e segui o seu brilho, caminhando para
onde  encontraria minha fé. Observava o tempo, escutava
som do destino e cantarolava a melodia da melancolia,
por estar perdido dentro de meus sonhos...

Quis conhecer a razão de minha tristeza, e senti a dor
do peso da vida que conheci, não lembrava a oração
do destino e me calei nas lembranças que deixei em
meu caminho...

A sós com as lagrimas, desabafei comigo, pedindo ajuda
ao meu coração, pois sabia que Deus habitava nele, foi
quando ele falou comigo, para eu acreditar e ter fé nos desejos
de meus sonhos...

A estrela que me conduzia pelo labirinto, de minhas incertezas
brilhou, me mostrando a saída que eu procurava, e que estava
comigo, mas por estar cego e não enxergar a esperança, me perdi
não encontrando a razão de minhas duvidas...

Questionava se a morte era a vida que sofria esperando pela sua
chegada,  via ela desfilar entre minhas lagrimas, que brotava
de minhas dores sem amores, longe de minhas esperanças
ouvia o adeus de minhas duvidas...

Pensei ter coragem, mas foi a fé que me levou de volta aos
meus sonhos, foi Deus que soprou em meus ouvidos, quando
falei com meu coração, pedindo que a luz da estrela que
me guiava, não fosse embora, pois era minha companheira
que eu confidenciava meus segredos...

Mas no fundo de minha alma, eu sentia algo que não sabia
explicar, e se passavam os dias e as noites, até o dia em que
um anjo em minha vida, apareceu e me ensinou a conhecer
Deus, que  eu só sabia que existia.



poeta da paz
Enviado por poeta da paz em 02/04/2006
Código do texto: T132670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta da paz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
3694 textos (146764 leituras)
186 e-livros (26763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:35)
poeta da paz