Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O papel (ofício) de amar

Escrevo detalhes à caneta numa folha sobre a prancheta que fizeste de meu corpo,
teu nome está assinalado, com tuas formas registrado no papel timbrado do meu coração,
no mural de meu peito, marcas indeléveis de teus dedos, presas a tachinhas e percevejos,
marca-texto sobre o pretexto de nunca mais esquecer teu rosto, nem o resto...

Sobre a mesa desejo, ser prato de entrada e sobremesa de beijos,
ossos do ofício de amar, que nunca irão se quebrar,
as horas passam e voa o tempo, por sorte estamos no mesmo departamento,
remunera-me então com o olhar, assinala teu ponto em mim,
nunca pensei que trabalhar contigo pudesse ser tão prazeroso assim...
Vânia Sousa
Enviado por Vânia Sousa em 14/04/2006
Código do texto: T139033
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vânia Sousa
Itapetininga - São Paulo - Brasil, 35 anos
45 textos (1398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:21)
Vânia Sousa