Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amanhã incerto

Oi amor!
Eu liguei pra dizer que te amo, que estou
morrendo de saudade, que você é minha canção.

Bateu no peito uma dor tão doída que queima
e dilacera o coração. Estou sofrendo por amor,
vivendo a fantasia de uma doce ilusão.

Tenho vontade de partir, arriscar-me. Seguir
sem rumo, sem saber pra onde ir.
Apenas seguir, pra onde me levar a paixão.

Me perder nas estradas desertas, Na incerteza
de tudo, sem medo de nada. Buscar em outros
horizontes vida nova novos momentos. Talvez,
reviver no pensamento as horas alegres, eternizando
os sublimes momentos na dor do esquecimento.

No entanto, me sinto incapaz de tomar uma decisão.
Pois existe algo mais forte que me impele a esta paixão.

Tão nobre é o que sinto, que me causa Grande emoção.
É mistura de tudo e nada. Medo, amor e paixão.

Sinto as lágrimas escorrerem dos meus olhos tão
sentidos. São gotas que se tornam poços onde afogo
minhas mágoas pela dor que me causa, por não
saber entender-me, por te amar em demasia.

Sinto medo da noite Escura. Escura, tristonha e fria.
Medo do que pensas e fala. Medo de sentir O vazio
da tua presença, da tua companhia. Estou dormindo,
estou sonhando. Sonhando com você. Estou acordado,
estou pensando. Não consigo te esquecer.


01/01/00
Wilcaro Pastor
Enviado por Wilcaro Pastor em 16/04/2006
Código do texto: T140158
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilcaro Pastor
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
489 textos (37590 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:11)
Wilcaro Pastor