Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

C O R E S/ SOL/ AMOR

Evaldo da Veiga


Na Cor influenciada pelo período de chuva,
senti tudo aquilo meio escuro, mas a 
sensação da falta de beleza iria se desfazer logo, 
um pouquinho depois...

Busquei o caminho que me levaria ao encontro das flores,
dos pássaros e dos bichinhos.
Eram seis e meia da manhã e o Sol fazia movimentos para 
transpor o escuro que indolentemente
 permanecia no período final dessa quase chuva.

O caminho se movimentava e nada se modificava que não
fosse o avanço do Sol, trazendo beleza ao deslocar as nuvens...
Quase sempre quem desloca as nuvens é o vento,
mas nessa viagem  e nesse caminho, não! Era o Sol,
Senhor absoluto das Cores e do Amor

Pensei em você, e logo sua imagem se apresentou
em belo convívio com a natureza. 
  Os bichinhos, os pássaros, as flores, e até as pedras
sorriam felizes, pelo  convivio com você.

Era o Sol que podia tudo
e Você , que iluminava tanto, quanto ilumina o Sol.

O dia foi se fazendo lindo e cada instante se fazia mais belo...
Foi-se reproduzindo os movimentos que atingiram o sublime imensurável, formando um quadro que emoldurava seu rosto
de mulher madura rejuvenescida pelo jeito Menina.

Nesse mesmo dia, lindo e silencioso, onde somente o som
da natureza ecoava, consegui falar com você, com os pássaros,
com as pedras, as flores e os bichinhos,
sem o uso de aparelho.

Era um dia diferente, absolutamente singular e, em realidade,
igual como todos os dias...
Simplesmente era um dia onde eu via você e a 
beleza plena da vida pertinho de mim,
em qualquer posição que meus olhos olhavam.


evaldodaveiga@yahoo.com.br


Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 19/04/2006
Reeditado em 01/02/2012
Código do texto: T141713

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313603 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:45)
Evaldo da Veiga