Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Subterrâneos.

Subterrâneos.

Delasnieve Daspet

...E o tempo que parou.
Ficou escuro.
Os girassóis já olham o chão.

É mais fácil sonhar no escuro.
É mais fácil lembrar no escuro.
Lembranças que nem a nós confessamos.

Ontem choveu.
Hoje, também.
A chuva batendo na varanda
Desperta saudades enterradas
No subterrâneo.

Jurei que nunca mais falaria
Sobre o adeus.
Mas, para sempre - é tempo demais!

Por isso, emergindo do passado,
Trago em letras, minhas palavras,
( Coisas que preciso dizer )
Ainda que ninguém as ouça!

Para parar de remoer,
Estou tirando-as deste poço sem fundo,
Casando meu tempo com a eternidade!
*14-09-2002
Campo Grande MS

Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 22/04/2006
Código do texto: T143108
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:09)
Delasnieve Daspet