Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dualidade do Amor

Você diz que nada sabe sobre o amor.
Deixe-me mostrar-lhe o que o amor significa.

O amor, amor verdadeiro, como o que sinto, é como um incêndio na floresta. A tudo ele consome e destrói. Tão violento que não existe meio de controlá-lo. É como uma tempestade no mar, violento e poderoso, pronto para destruir aqueles que tentam desafiá-lo!

É uma força, um poder! Ele triunfa e conquista! Isto é o amor! Como pode alguém tão frágil como você resistir ou opor-se a ele?

O amor é como o raio de sol, a canção dos pássaros, o zumbir das abelhas, as flores aos seus pés. Isso também é amor! Faz parte de nós, está a nossa volta e dentro de nós. Não há jeito de escapar.

Depressa, meu amor! Eu preciso demais de você! Estou aguardando e meus braços anseiam por você.

Cada minuto sem você me parece um século de solidão.
Estou aos seus pés.


IVETE TAYAR
(autora)


Direitos Autorais Reservado
Lei nº 9.610
Ive
Enviado por Ive em 03/05/2006
Reeditado em 03/05/2006
Código do texto: T149503
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
217 textos ( leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:11)