Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



A aurora dissolve os monstros



Pensamento estocado de lembranças, como um esquilo que armazena sonhos para as horas frias e nelas, resta o sono e uma música tocando baixinho: "I've got you under my skin" Há algo que se desprende como o calor de um sonho antigo, doído: Teu rosto na penumbra, teus olhos fechados, gozando. Teus lábios traduzem no silêncio o mais perfeito ne me quite pas. Ah, Esse amor fiado na seda dos desapegos, antes mesmo da despedida, de quem gera, cria e devolve ao mundo. Ele é a única beleza no fuso dessas horas em que os labirintos me acuam e apontam todas e nenhuma saída, mas meu fio de Ariadne reluz prateado como luas cheias de prazer que um dia, invejaram nossas noites. Não, eu não temo o Minotauro porque tudo que existe no meu centro sou eu luzindo como um farol num mar infindo. Essa é a plenitude do navegador solitário - nenhum tesouro conquistado, mas também, não há monstros a serem aniquilados e ainda que eu tenha falhado em juntar todos os pedaços, tropeçando na sublimação dos desejos que julguei ordinários, continuarei brilhando e até mesmo a Nau Bêbada, a deriva, sem nenhum sujeito, encontrará um porto no meu mar de fluxos e refluxos porque é da natureza do receptivo a tudo acolher. O homem salva vidas, cria o porto e o naufrágio. O mar só devolve à terra o que já está morto. Já não sou sujeito da minha poesia, ela me fez assim... oceano vasto.


  


 ______________________****___________________

Nau Bêbada - referência ao poema de Arthur Rimbaud, "Le Bateau Ivre"
Ana Valéria Sessa
Enviado por Ana Valéria Sessa em 04/05/2006
Reeditado em 06/08/2013
Código do texto: T150153
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Valéria Sessa
São Paulo - São Paulo - Brasil
113 textos (114632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:04)
Ana Valéria Sessa