Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Silêncio Que Não Cala Nem Se Cala

Olhares a olhares. Faces retalhadas uma perante a outra. Atmosfera negra. Não houvera outra melhor. Dois corpos. Duas almas. Ou talvez apenas uma. Talvez apenas uma emoção se manifesta. Olhares secos, palavras vazias, silêncios enigmáticos. Não sabia quais metáforas usar, não sabia com quais letras brincar. Nuvens de inércia piravam sobre o ser. Chovia silêncio. Chovia prazeres. Gotas secas. Sem vida. Sem dor. Sem amor. Minha cara amiga... Quais alegorias? ! Quais palavras? ! Dói...
Perante olhares obscuros se temiam minhas idéias. Uma caverna escura, inatingível. Era o máximo. Não obtido. Apenas admirado. E eu, mero tolo, congelado por toda aquela indiferença. Cruzo a rua, degusto um ou outro lábio. São vários. E eu apenas quero um. Perante sombras, mais um gole. Mais uma pedra que se desprende de seu corpo. Mais um gole. Seco. Agudo. Letal. Sangra.
E então chega ao fim o tormento. A tempestade chegara. Depois o vento. Depois o granito. Flamejante. Quem disse que o tormento cessara? Quisera eu... Mero tolo. Sim. Mero tolo quantas vezes eu quiser meu caro leitor. Volto às minhas linhas. Retorno a meu momento. Sem vínculos afetivos com ninguém, eu me retirara. Como se a torre imponente nunca tivera existido. Como se a facada do silêncio nunca tivera sido dada. Como se minhas palavras não tivessem se chocado com a abstinência de minha desejada. A chuva caíra, e me expulsara daquele vale escuro. Apenas sombras. Sem vida. Quem sabe amanhã; Ou melhor, hoje. Hoje eu falei com ela. E nada mudou. O relato exposto nestas linhas agora se torna meu presente. Talvez uma outra prosa de mesmo teor. Com o mesmo silêncio, com os simplórios prazeres...
Kleiner Teufel
Enviado por Kleiner Teufel em 13/05/2006
Código do texto: T155428

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kleiner Teufel
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
27 textos (2194 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:22)
Kleiner Teufel