Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERDOA-ME PAI

PERDOA-ME PAI

Perdoa-me pai por eu não ter enxergado,
a minha frente o seu templo e passar por
ele sem pedir a sua paz...

Perdoa-me pai, por ser injusto nas horas
em que pensava que minha vida estava
certinha, e ter ignorado suas palavras...

Perdoa-me pai, pela ganância e a falta
de consideração pelos meus irmãos,
quando eles precisam de mim e eu fingi
que não escutei...

Perdoa-me pai, pelas minhas fraquezas,
quando pensei ser forte, não entendo
que a vida é feita de bondade...

Perdoa-me pai, por eu não ter estendido
a mão, para quem precisa de meu apoio,
e ter julgado sem perdoar...

Perdoa-me pai, pelos erros de minhas
ações, por combater o que achava que
não era certo, sem saber o porque...

Pai, neste momento de fraqueza, e de dor
venho pedir sua misericórdia, para eu
ter forças de continuar a viver na fé...

Pai, segure minhas mãos, me guie pela
luz, mostrando-me o caminho de seu
perdão, fazendo-me um instrumento
de sua paz...






poeta da paz
Enviado por poeta da paz em 14/05/2006
Código do texto: T156113
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta da paz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
3694 textos (146769 leituras)
186 e-livros (26763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:30)
poeta da paz