Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto






Cerejeiras em flor...

Porque dizes que são minhas estas lindas flores?

Que a rosa que descreves, é o símbolo da nossa amizade?

De que amizade  falas? Daquele que tanta dor causou-me?

Parece que agora, queres atribuir-me todas as poesias,

todos os simbolismos.

E mais ainda o sentimento que move tua alma de poeta!

Falas de um amizade que desconheço, pura e incondicional.

Enganar-se uma vez, é aceitável.  Mas correr esse risco

novamente, está além do que posso suportar.

No entanto, aceito as flores, querido  poeta...

Porque me lembram o tempo em que,

ingenuamente acreditei que tua amizade era sincera.

Doces momentos, em que feliz eu me julgava...

Mas sem amargura te digo, de ti guardo boas lembranças.

E por esse motivo quero que sejas feliz,

e que tua vida floresça!

Como as cerejeiras, na primavera, em Portugal...







 
Carinhosa
Enviado por Carinhosa em 16/05/2006
Reeditado em 30/08/2014
Código do texto: T157098
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carinhosa
Curitiba - Paraná - Brasil
657 textos (164706 leituras)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:27)
Carinhosa