Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

crédito imagem:http://gizzo.blogs.sapo.pt/arquivo/sentimentos.gif



POR FAVOR, CALA CORAÇÃO

Embebedei minha alma para ter calma
e escutar meu coração.

Embebedei o meu dia. Não quero fazer poesia 
e nem dividir meus versos

Que  todos eles permanecem submersos,  
no fundo de minhas emoções.

Embebedei meus pensamentos para voarem sem destino e não me cobrarem explicações.

Embebedei meu corpo, que anestesiado continua levitado sem controle e rumo 
Uma verdadeira nave sem destino. 
sem necessidade de pista para pousar.

Quem sabe assim desse jeito, ele não precisa ser perfeito e nem ter nenhuma direção.

Talvez morrer seja o seu intimo desejo, para enterrar de vez todos os seus sentimentos acordados e vivendo
 numa dura e cruel situação. 

Por favor,
Cala coração!
Rosa Berg
Enviado por Rosa Berg em 26/05/2006
Reeditado em 22/11/2008
Código do texto: T163121

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Berg
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
509 textos (71865 leituras)
30 áudios (5857 audições)
2 e-livros (2212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:29)
Rosa Berg