Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU PRESENTE VOCÊ RIFOU
Evaldo da Veiga

Tá, tudo bem, isso também é amor.
Te dei uma bolsa de marca, de grife como se diz...
E você, tal o quê, passou nos cobres, rifou.
Amor te entendo, se rifou, rifou...
O que tem de ficar de pé é o nosso amor.
Você muito linda, um sonho do bom...
Fez uma grana preta e aumentou nossos recursos...
Da tal da Bolsa Uilton, coisa assim, não lembro o nome
Que custou dez, você multiplicou por cem...
E ela, a tal bolsa, bem bonitinha e bem acabada,
era a maior Piratona, chegou via Paraguai.
Vamos pra outra, viver o que é bom,
comprar aquele líquido delicioso, e no amor,
humm...  dar-te um banho de champagne...
é esse o nome? 
Não sei, pode ser Espumante...
O que vale é fazer amor bem maneirinho com você,
aquele nosso amor do bom!...

LEGAL...VEM !

www.recantodasletras.com.br/autores/evaldodaveiga

evaldoveiga05@yahoo.com.br
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 26/05/2006
Reeditado em 12/05/2007
Código do texto: T163715

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313602 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:53)
Evaldo da Veiga