Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GERMINAR TUA SEMENTE

Germinar tua semente
Deixar nascer tua alma, teu eu,
Brotar da terra tua mente
Rompendo o solo endurecido
Passando por entre raízes e pedras
Na direção do sol, do ar
Do orvalho que molha  sua tez
Que lhe tira a poeira e lhe
Permite o brilho

Brotar tua coragem,
teu experimento, teu tronco,  tuas folhas,
Deixar produzir sementes, romper as flores,
O belo, quebrar correntes
E ver teu fruto que nem sempre é o mais bonito
porém  maduro, sem a acidez do verde
inexperiente, somente o doce de saber que
é seu fruto, simplesmente.

Depois  de maduro  o fruto,
colher, saborear tua carne,  teu gosto,
beber teu suco, teu  sumo, teu prazer
espalhar-se à sombra  de tuas esperanças
dormir  no berço de tua  alma alimentada,
saciada  de  lutas e sonhos, de perdas e ganhos,
de todos os imperfeitos prazeres que te
realizam, alheia a beleza  de qualquer fruto
Que não esteja em seu quintal.

Separar então  teu tudo,  tua melhor semente
Arar, preparar a tua terra  novamente,
Plantar o que te falta, teu complemento,
Limpar de ti tudo o que não te pertence,
Ervas daninhas, dores escondidas, noites insones,
Esperar então o brotar mais belo,  mais bonito,
De dentro de teu ser, de tua alma
Como a mais forte de todas as árvores,
Teu psiquê, tua personalidade
E ser somente você, liberta enfim
De todas as vaidades que tão tolas se faziam
Que lhe tolhiam teus passos, teu andar,
Tua liberdade.


angela soeiro
Enviado por angela soeiro em 06/06/2006
Código do texto: T170436
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
angela soeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
88 textos (3359 leituras)
1 e-livros (36 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:36)
angela soeiro