Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PODER E OS CARGOS PÚBLÍCOS

Inicio do ano dois mil e seis: moralização
Esses poderes que nos convença,
Judiciário, Legislativo e Executivo,
Para receber de volta a crença.

Demitiu todos os parentes,
Reconheceram por inteiro
Seus pecados nepotismo
Que a Câmara inteira criou
E o sistema plasmou!

Nesse País quem perde o emprego,
Corre no mínimo dois anos atrás
Para novamente se empregar,
Como se explica? cem dias depois
A frase, “Tudo vai se apurar”.

Não, é piada não,
Saiu na  “A Gazeta”
Jornal de grande circulação
Na capital e interior do Espírito Santo,
Solicitando investigação,
A nova troca de favores
Com a turma exonerada,
Ela estava outra vez empregada.

Além de fazerem-nos de palermas.
Burlaram a nossa Constituição
Aderiram á promiscuidade...
Foi mais prazeroso,
Do que abraçarem a moralização.

Os cargos foram sorteados,
Entre Ministério público
E o Tribunal de Contas,
Os quais deveriam dar
Ética e referências.

Dividiu entre ambos,
Nomeando por troca apadrinhada,
Alguns aceitam por inocência,
Causando enorme turbulência.


Alci Santos Vivas Amado
Enviado por Alci Santos Vivas Amado em 08/06/2006
Código do texto: T171809

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alci Santos Vivas Amado
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil, 71 anos
238 textos (31004 leituras)
2 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:12)
Alci Santos Vivas Amado