Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reverência à Palavra

O avesso do avesso
Que tinge, que mancha, que fere, que quase cala.
A renúncia da essência
Que mata, que assombra, que enche, que abala.
A omissão dos sentidos
Que pede, que marca, que prima, que entala.
A perda do brilho
Que pasma, que ecoa, que paira, insiste.
O medo do incerto
Que teme, que treme, resfria, resiste.
A pedra do abismo
Que usa, deturpa, acerta, atinge.
A luva do tempo
Abriga, reúne, instiga, respira.
A idéia da vida
Errônea, falsa, equivocada.
O tudo no espaço
Preenche o nada.
A obra e a noite
Resplandecem.
Sono e poeta
Adormecem.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 16/06/2006
Código do texto: T176460

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:14)
Cesar Poletto

Site do Escritor