Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEDAÇOS DE MIM

Recolho meus pedaços casa afora
Junto cada caco que encontro,
lendo seus espaços, sua quebradura, sua história.

Uns pequenos, outros maiores,
Porém alguns além de quebrados, despedaçados,
partido em miúdos, espalhados.

Mais fácil seria varrê-los, deixá-los,
pois juntar, colar  pedaços, dói mais
que quando fora então quebrados

Passo pela casa,  vou recolhendo, ajuntando,
Num momento o sabor da cozinha, o prazer,
O experimento, a medida quase certa
O trigo, a vida, o fermento.

Noutro, o espelho companheiro, o amigo mudo,
Que te olha, admira seu choro, seu lamento,
Não te questiona, não te dá conselho,
O divã inseparável, a solidão escolhida,
Escondida atrás da porta do banheiro.

No corredor reuno lembranças
Penduradas na parede, retratos, sorrisos,
Quadros pintados de alegrias, de planos,
Deitada, esticada numa rede de sossego,
Na estante pequenos pedaços espalhados,
Inteiros  de uma farta felicidade
Onde cabiam meus sonhos e meus desejos

Não sabes tu que o desejo se transforma,
Ora no beijo de boa noite naquele quarto enfeitado,
Figuras, desenhos, bonecas, bichinhos,
E o olhar corre cada canto, cada lado,
Quantos pedaços não ficaram
Quantas noites colando cacos
Guardando brinquedos
Vistoriando sua coragem, seu medo.

Chego então no sofá, na sala,
Estiradas estão ali todas as minhas palavras
Assistindo na tela de minha lembranças
Cenas de um filme onde ora sou coadjuvante,
Ora, estrela principal, a mesma porta,
A mesa posta, largos sorrisos
O prazer sucinto, discreto,
De ver alimentada sua continuidade
Sua  esperança, sua essência, sua vaidade
Sua estrela mais bonita
Paixões, amores, saudades.

Passo a porta do meu quarto, a cama desarrumada
O armário aberto,  o desalinho de meus sentimentos
O começo finalmente e o  olhar  furtivo
pelo túnel  do passado.
angela soeiro
Enviado por angela soeiro em 17/06/2006
Código do texto: T176937
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
angela soeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
88 textos (3359 leituras)
1 e-livros (36 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:06)
angela soeiro