Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estar Junto

Estar junto é querer completar-se sempre, não importando a situação.  É aceitar o convite para o almoço, mesmo já tendo almoçado, só prá curtir o pouquinho que se pode.  É aproveitar aquela fugidinha do café só prá dar uma corridinha até lá;  é ter pequenas atenções todos os dias, ligar quando chega, dizer onde está.

Estar junto é lembrar do cartãozinho ao passar em frente à loja, é trazer um chocolate, é chegar de surpresa, é curtir um sorvete a dois.

Estar junto é demonstrar que se quer estar, mesmo que não se pode;  é não passar nunca no olhar, no tom de voz, a impressão de que não se fez tudo o que era possível;  é deixar sempre a certeza de que, se não deu, é porque não havia mesmo jeito – e de como isso doeu!

Estar junto é fazer a pessoa amada se sentir sempre a primeira a ocupar os seus momentos, é o “tô com saudades” dito rapidamente ao telefone no intervalo do café, é o esperar do primeiro dia livre para estar, prolongar, estender o mais que pode.

Estar junto é procurar conciliar todos os horários livres, saber do outro quando será possível, programar-se... e no dia certo estar lá!  É aguardar com alegria por aquele momento, é não permitir que seus planos desabem ao primeiro empecilho, é se empenhar de verdade prá não faltar!

Estar junto é não deixar o ser amado sentir que tem que esperar pela sua vez, e mesmo que não seja de todo verdade, fazer com que se sinta único, e a primeira das prioridades!

Estar junto é não dizer nunca que não veio porque estava chovendo, porque o carro não “pegou”, porque não deu prá avisar.  Estar junto é tentar sempre, mesmo com o risco de não se encontrar por falta de aviso!

Estar junto é sentir nos olhos da pessoa amada confiança no motivo que se deu, é não deixar em seus olhos qualquer dúvida de que por sua vontade seria diferente!

Estar junto é não desperdiçar dias de trabalho com coisas pouco significativas, para depois poder gozar os livres a dois, sem constrangimentos no ambiente profissional, preservando-se tal direito por mérito de competência.  É não “queimar” seus momentos ou seu dinheiro irresponsavelmente, guardando-os para um momento especial a ser vivido com quem se ama!

Estar junto é poupar todos os seus momentos para o tão esperado depois!  Estar junto é jamais pensar sozinho...  é aprender a pensar a dois!

Estar junto é estar sempre consciente de que o ser amado também tem problemas, e reservar parte do seu tempo para que os momentos coincidam!  É estar sempre pensando à frente, buscando o momento que ambos terão prá si.

Estar junto é criticar com amor ao invés de fazer queixas;  é querer o bem do outro acima do sentido de posse, não aceitar submissão ou desmando, mas extrair da crítica tudo que puder para promoção do próprio crescimento:  amor que aceita tudo vive da dor todo o tempo e não ajuda o outro a crescer!

Estar junto e’ jamais desrespeitar os valores da outra pessoa, atingindo-a naquilo que ela tem de mais importante –  nem mesmo quando a raiva parecer forçar o desejo de vê-la sofrer – para não fechar as portas para um retorno, nem deixar cicatrizes que nunca curam.

Estar junto é não minar com dúvidas o encontro a que se faltou, é fazer sentir o quanto foi imprevisível o motivo que o impediu!

Estar junto é deixar claro para as pessoas o espaço que elas ocupam em sua vida.  É deixar claro o que se pode dar e o que se espera delas, é dar à pessoa amada o lugar de destaque que ela merece, a partir do momento que se acha que ela merece!

Estar junto é não mentir nunca;  é não dar duas versões para o mesmo episódio;  é colocar-se disponível para ouvir e para falar, é fazer ver a todos que podem contar com você!

Estar junto é olhar dentro dos olhos, é assumir o seu próprio papel na vida dos outros;  é nunca esquecer que se tem responsabilidades para com as pessoas com quem nos envolvemos,  e que a falta de uma bússola desorienta não só a você, mas a todas as pessoas que o tomam para referencial de suas vidas.

Estar junto é amar de maneira plena a pessoa amada e todos que o cercam, é passar a confiança de ser você, mesmo que para isso tenha que lutar contra o mundo para fazer valer a sua verdade,  mas, principalmente, fazer da sua verdade uma verdade por inteiro!

Estar junto é ser leal o tempo todo com todas as pessoas à sua volta, com seus sentimentos, com suas emoções, mas, sobretudo, com você próprio !


                 Filho, escrevi o texto há bastante tempo, mas relendo-o
                 vejo muito de sua postura enquanto companheiro amoroso
                 da mulher que escolheu para compartilhar sua vida. Não
                 há como deixar de perceber sua permanente preocupação
                 em se fazer presente, sua disponibilidade e atenção para
                 com a pessoa amada. Não há também como não dedicá-lo
                 a você, que é o espelho na vida real do que escrevi como
                 ideal de parceria.
                                                      Te amo
Luiz Roberto Bodstein
Enviado por Luiz Roberto Bodstein em 17/06/2006
Reeditado em 19/02/2011
Código do texto: T177066
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Roberto Bodstein
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
74 textos (40455 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:21)
Luiz Roberto Bodstein