Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu corpo em minhas mãos

Parece que minhas mãos ainda tocam o teu corpo.
O cheiro da tua pele continua por aqui.
Prazer o meu ter podido aguçar os meus sentidos para conseguir tê-lo assim.!
Tuas costas, o desenho do teu corpo... o teu corpo! Fera que fere e desalinha....
Parte de mim o consagra enquanto outra te destrata, afasta e repudia! Quem sabe a tormenta seja o motivo? Quem sabe não? Quem sabe?
Talvez tenha sido o toque. Talvez o não dito. Talvez essa tal palavreação que circunda os meios e aguça os sentidos sentidos.
 Roupagem trangressa, como se roubada ou as pressas... sei lá!
Saber também não se faz interressante ou até mesmo de interesse. Bom mesmo é não conjecturar reações, ações, pensamentos ou omissões. Variações necessárias e desprezíveis. Porém o “grande lance” do fato é que são indescritíveis!!
Simone Carneiro
Enviado por Simone Carneiro em 18/06/2006
Código do texto: T177821

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Simone Carneiro
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
161 textos (8347 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:58)
Simone Carneiro