Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amar Ou Se Deixar Levar

Em dias de sois avermelhados
É preciso estar atento
Processar douro momento
No afã dos prazeres inviolados.

Só a estar o outro que não ama
Não ao outro, mas a si próprio
Fracionar o lume que traz a chama
Trazer, não aos outros, mas a si, o óbvio.

É preciso amar desmensuradamente
Emocionar a si, ranger os dentes
Coadjuvar infindáveis epopéias
Adormecidas, estanques, amarelas.

Fundar o próprio fã clube
As vaias esvaecerão pela intensidade
Palmas pra si, dedos em riste
São minúcias a convergir, internas.

Em tempos de sois dissimulados
É preciso se ter espelho
Não do outro, mas o próprio
Apresentar aos outros, os molares
E proferir num estrondo:
Eu me amo!
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 04/07/2006
Código do texto: T187232

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:33)
Cesar Poletto

Site do Escritor