Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO O CORPO DORME, VELA O ESPÍRITO!...

Vezes outras sonhamos com coisas sem nexo, sem lógica,
E a vida sofre com as seqüelas desses atos;
Vezes outras sonhamos com figuras como o Tio Patinhas
(lembram dele?),
E a vida muda de cor, de fé, de fachada.
Na maioria das sociedades evoluídas – seja elas quais forem,
De um lado: há vidas que circulam ostentando jóias e brilhantes,
Humilhando os mais fracos, festejando a luxúria,
Desbebendo o que os desfavorecidos - rebebem.
Por outro lado, há vidas que perambulam por ai:
Mendigando comida, emprego, roupa, fé, água, terra, céu,
Chuva, sol, moradia e - principalmente - suplicando Deus, até.
Certa vez, um vizinho meu,
Acostumado a debates acalorados a respeito de coisas
Que mexem com o divino de cada ser humano - perguntou-me:
Poderia o homem nos primórdios de sua criação:
Ser concebido sem estomago; portanto, sem se alimentar?
Poderia o homem viver sem espírito,
Sem esperança e, ato contínuo,
Desconjugar-se do verbo que se fez carne?
Segundo o livro "O Enviado" de J.J. Benitez:
A felicidade não está fadada
A pertencer a todos os mansos deste planeta
Posto haver acima da felicidade mais coisas entre o céu e a terra
Do que possamos imaginar.
Segundo o autor,
O constante tráfego da maldade sob a criatura humana
Influencia os fracos de espírito a produzir maldades;
Permitindo-lhes corromper-se na mente
E destruir-se no corpo.
Diz J.J. Benitez que ser feliz não é mérito dos habitantes deste planeta,
Nem o ser humano o faz por merecer e, nem a vida, a trouxe a tira-colo.
Percebo, porém, que a felicidade, é algo atada à solidariedade coletiva;
É algo ligada à perfeição do espírito,
E a perfeição espiritual não está conectada a nenhuma
Gôndola de supermercado para ser comercializada a qualquer preço.
Muito embora tenhamos chance de conviver
Com os que trabalham noite e dia a favor da iniqüidade;
Convivemos também, com àqueles que plantam bondade,
Infinita presteza, igualdade entre povos,
E lutam incansavelmente pela erradicação da pobreza,
E pela implantação da eterna paz sob a terra.
Num mundo repleto de coisas negativas,
Destaca-se aqueles que dia-a-dia perscrutam o bem.
Esses – segundo relatos da Bíblia,
Por suas práticas de atos mansos e pacíficos
Quando houver a prestação de contas perante o Mestre
- Já estarão garantidos na moradia terrena.
Oportunidade em que serão pesadas as nossas máximas faltas,
Ganâncias desmedidas, ambições desenfreadas:
E o Senhor da Retidão depois de classificar-nos por atos e omissões
Por-nos-á sob os íis da eterna justiça, excluindo os imperfeitos.
Portanto, por querência do Criador:
O homem foi autorizado a possuir e dominar sob si o livre arbítrio,
E de acordo com o seu merecimento,
Sua consciência vagará acordada ou prostrada em profundo sono,
Produzindo-o: ou espinhos e dores, ou flores e amores legítimos;
Já que quando o corpo dorme, vela o espírito!...
Benny Franklin
Enviado por Benny Franklin em 05/07/2006
Reeditado em 06/07/2006
Código do texto: T188266
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Benny Franklin
Belém - Pará - Brasil
34 textos (1228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:09)
Benny Franklin