Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DIVÃ ...


Nossos encontros estavam marcados ...
à cada semana um dia
ou até mais,dependendo de como meu coração se sentia.
A primeira vez,me veio uma estranha sensação ...
sentí acelerado meu angustiado coração
e,de repente chamou minha atenção,
te ví num cantinho  da sala...
lindo,aconchegante e acolhedor,
um divã azul-celeste
da cor da paz e do amor.
A cada encontro contigo fui me abrindo...
e,aos poucos minh'alma foi descobrindo
que eras meu conselheiro,meu amigo.
Amigo que me ouvia calado...
ouvindo os meus desabafos...
acalentando meu peito machucado.
Sobre tí,o meu corpo eu deitava...
a minha respiração ofegava,
minhas lágrimas desciam,
e tu, meu divã as secava.
Me acostumei tanto contigo,
que em tí procuro abrigo
quando o coração grita aflito.
Te tornaste parte da minha vida,
meu amigo de todas as horas;
e fico contando o tempo
de poder estar contigo,
meu divã ... meu conselheiro,
meu divã ... meu grande amigo !

                  florzinha
                 JP-PB
          07/07/06  03:27AM

florzinha
Enviado por florzinha em 07/07/2006
Código do texto: T189075
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Socorro Teixeira de Castro ( Flozinha)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
florzinha
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
4138 textos (1194915 leituras)
5 e-livros (3402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:30)
florzinha