Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIVAGANDO EM ESTRÊLAS

COMO SERÁ A POESIA,
NO FUTURO CIBERNÉTICO?
NÃO TERÁ A NATUREZA,
COMO SUA INSPIRAÇÃO.
A CONTEMPLAÇÃO DO HORIZONTE,
O CÉU COM O SOL BRILHANTE,
NÃO TERÁ MAIS, COM CERTEZA!
O QUE VERSARÃO OS POETAS,
SE NÃO EXISTIRÃO AS FLORESTAS
E O CANTO DOS PASSARINHOS?
COMO FARÃO SUAS POESIAS,
SE TUDO QUE MOVIMENTARÁ O MUNDO,
SERÃO AS MÁQUINAS FRIAS...
AS POESIAS SERÃO FRIAS TAMBÉM
SOBRE AS ESTRÊLAS SEM BRILHO,
SOBRE A ERA DO METAL,
SOBRE MARES CONSTRUÍDOS,
SOBRE O SOL ARTIFICIAL.
CIDADES ESPACIAIS,
ÔNIBUS VOADORES,
UMA VIDA COM CONTRÔLE,
CONTRÔLE REMOTO PRA TUDO!
QUANDO CHEGAR ESTA ERA,
QUE NÃO ESTÁ TÃO DISTANTE,
NÃO ESTAREI MAIS AQUI,
QUEM SABE, ESTARÁ O MEU CLONE...
VISLUMBRO O HORIZONTE,
APOSSO-ME DA TRISTEZA,
SABER QUE A GERAÇÃO DO FUTURO,
NÃO VERÁ SUA BELEZA.
TERÁ UM MUNDO DE SOMBRAS,
COBERTO POR UM CÉU CINZENTO,
A FORÇA DA MÁQUINA MOVERÁ O VENTO.
E O AMOR, SERÁ MOVIDO A PÍLULA?
ESPERO QUE ELE SOBREVIVA
À MAQUINA DO TEMPO
PELO MENOS, NÃO MORRERÁ A POESIA,
DESSE BELO SENTIMENTO!




07/07/06    TEREZA NEUMANN
Tereza Neumann
Enviado por Tereza Neumann em 08/07/2006
Reeditado em 08/07/2006
Código do texto: T189798

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tereza Neumann). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tereza Neumann
Salvador - Bahia - Brasil, 62 anos
330 textos (15747 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:28)
Tereza Neumann