Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU COLIBRI SONHADOR - II

Grande é o desejo de um pássaro que se sente cativo alçar vôo, bem o sei. E os pássaros entusiásticos são suscetíveis a sentir mais fortemente esse desejo.

Contudo ainda muito se faz necessário sobre vôos altos aprender, para não volveres ao ninho envergonhado e ferido.

Não te desesperes!

Observa melhor ao redor de ti - não há jaulas, tampouco
estás preso a grilhões.
Porém cuida-te que por aí há vilões a preparar as boas-vindas em alçapões.

Entretanto se incontrolável é para ti essa vontade - a que chamas maior liberdade. Não te distancies tanto e lembra-te:

Voltar poderá parecer atraso, não obstante se traduzirá mais tarde em maior adiantamento; voltar é estrategicamente reavaliar às condições de seguir.

Meu colibri.
Quero-te cerca, mas devo te deixar ir.
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 09/07/2006
Reeditado em 09/07/2006
Código do texto: T190328

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 51 anos
476 textos (16068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:33)
Cláudia Célia Lima do Nascimento