Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nós, Os Humanos (Vida Exata)

Fora linear a aritmética da vida
As semelhanças nutriam as virtudes
Pelos séculos, a progredir geometricamente
As discrepâncias se angulavam nos vértices
Escalenas e imperfeitas, adjacentes
Imiscíveis as fases da nossa lua, um tanto cruas
Assim fora.

Sistemas somam curvas em nossas vielas
Então, derrapamos.
A trama dos fatores traçam formas, tangenciais
São divisores evolutivos, nada mais.
Na iminência do instante soberbo, acontece a reação
De nossos corpos e apêndices, ao zerar da gravidade
Uma ação decantada e explosiva
Assim é.

Nossas estruturas evaporar-se-ão entre os planos
Sucumbirão, inclinadas, na rampa oxidante, já sem vagas
Os ares de moléculas mortas vingar-se-ão
Nem os deuses observarão nossos reflexos na ameaçada água
Dar-nos-emos ao lixo, força bruta que nos guia, avaria
Impelidos e mutantes a acelerar a matança
Assim será.

Penso no rebrote das fagulhas e das cinzas
Ai meda que me punge!
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 10/07/2006
Código do texto: T191071

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:04)
Cesar Poletto

Site do Escritor