Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAI FALTAR TEMPO

                  O pior de tudo é saber que por muito que viva, vai faltar tempo. Nao haverá tempo suficiente para todas as conversas cujas palavras se sabe e entretanto nao foram ditas na hora. Vai faltar tempo para caminhar num dia de sol trocando figurinhas sobre como andam bonitos os ipês que começam a florescer. Tempo para comer todas as sobremesas sem se preocupar se a balança sobe ou desce, sentindo apenas o prazer que isso dá. 

                Certo que faltará tempo. Isso está claro. Nao haverá tempo suficiente para todas as corridas pelos parques; para as compras fora de hora, mas desprovidas de culpa porque afinal nos faz bem; tempo para sair de férias por conta própria e dar uma banana pro resto do mundo; tempo pra lembrar que olhar adiante demanda sempre um olho no presente e outro mais adiante, sem preocupaçao mas com olhos de sonho. Faltará tempo. 

               Querendo ou nao, gostando ou deixando de gostar, faltará tempo para degustar os silêncios das palavras, mudas pela eloqüência efervescente dos olhares de quem se torna cúmplice, companheiro e persiste na idéia de que parceria é coisa que se constrói e que, por muito que a vida tente driblar, nao cai assim facilmente. Claro, nao haverá tempo que baste para as conversas do silêncio que só a poucos é dado compreender.

                   Nao há dúvida: por muito que a vida dure, faltará tempo pra se ter o tempo necessário. Nao haverá tempo que baste para o bastante, menos ainda para o que excede e é tao essencial... 


Assunciòn, 10 de julio de 2006
E eu continuo brigando com este teclado, sem encontrar o til...
Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 10/07/2006
Código do texto: T191280

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154025 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:37)
Débora Denadai