Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES DE VOCÊ

    Hoje eu acordei com saudades de você não está entendendo nada do que eu digo, pra que mentir se tu ainda não tens esse dom Juan, ah! esse cara tem me larga me deixa pra lá, vem pra cá, o que que tem a noite do meu bem que se quis, depois de tudo você é tudo sou errante navegante, navegar é preciso viver é pior que sonhar, eu sei que o amor é meu país, como nossos pais, e o passado é uma roupa, com que roupa eu vou depois de você os outros são mentiras, a jura secreta que eu não causei, o beijo que eu dei nela assim o meu mundo caiu e tu pisavas distraída no meu cavalo baio cujo nome é pocotó, ai que légua mais tirana leve como o vento nordeste, cavalo do meu segredo que falava inglês e agora eu era o herói, ai como dói naquela mesa tá faltando o pensamento parece uma coisa tá qualquer coisa linda nesse mundo, como se fosse flor você sabe o que é ter um amor não chora, é hora, tudo em volta é só beleza, tristeza que vai e que vem comigo meu pedaço de universo é tarde, já vou indo, preciso ir embora, até amanhã... zunct, plact, zum... pode partir sem problema algum...

José de Castro
Enviado por José de Castro em 13/07/2006
Reeditado em 31/07/2006
Código do texto: T193036

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
2254 textos (673400 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:09)
José de Castro