Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Rosa Azul

Procurou ser no jardim a rosa diferente
Entre tantas , aquela
de cor mais suave ou mais saliente
A esperar  que ,ao vê-la ,
pela sua beleza estonteante...
Imediatamente passasse a querê-la
Com desejo intenso, exclusivo,
inebriante.
Inesperadamente.

Tentou abrir-se em pétalas serenas
Esperando o orvalho da noite
ascender finas essências
Esqueceu-se do caule
com espinhos firmes e  dolosos
A magoarem as mãos
do colhedor carente...

Feriu-o fundo a encantá-lo
Imensamente
Ficou assim a rosa a morrer só
Em sua desleal vicissitude
Mudou sua cor para
um cinza transparente...

Em névoas e sombras , padeceu
Orvalho em  lágrimas ela converteu
Entre uma noite e outra
um botão renasce
Sem força não desabrocha,
 desfalece e seca
Como todos os  sonhos de uma
rosa desconexa
Que ousou, um dia, perfumar
um jardim que não era seu...

luferretti
Enviado por luferretti em 13/07/2006
Reeditado em 10/08/2006
Código do texto: T193431
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luferretti
Limeira - São Paulo - Brasil
367 textos (13119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:46)
luferretti