Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só eu sei

Só eu sei
das loucuras que passei
fui morrendo em sangrias
que mataram as alegrias,
ao pesadelo me condenei
à cegueira me confinei!

Só eu sei
dos revezes que mirei
no rio morto sem espelho
sem semblante ou brilho,
retorcido pelas rugas
lentas,longas e largas!

Só eu sei
do caminho que me dei,
abarrotado de problema
onde até o sol desanima,
mas um segundo bastaria
para alegrar-me todo o dia!

Só eu sei
das vezes que cansei
a viver sonho de pedra
onde esperança se quebra
nivelando o dia e noite,
sem sol e lua que aponte!

Só eu sei
amargura já provei
na noite negra sem fim,
sem amor e beijo, enfim,
rosas negras sem perfil
viam meu pelo em arrepio!

Só eu sei
o chão árido que pisei
sem flor e chuva hesitei,
em meu fundo procurei
o ouro em raios de rei!

Só eu sei
ser morta seca e sufocada,
desiludida e abandonada,
esperando a reconstrução
brotar após a desolação!

Só eu sei
andar à deriva sem leme
onde o mar em fúria geme.
Oh, santo Deus amado,
das cinzas que eu reviva,
o sonho doce me devolva!

Santos-SP-16/07/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 16/07/2006
Código do texto: T195548
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:37)
Inês Marucci