Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um conto e um canto de mar.

Não sei se está, na grandiosidade de um sentimento que invade meu coração, ou na superfície infinita e inquieta do teu corpo, o momento exato onde tu, ó sereia dos cabelos dourados fez da aurora uma simples coadjuvante, deste momento infinito, que dói na alma de tão belo e sublime, e tão perdido nesta imensidão. Foi loucura? Ou apenas o delírio provocado nesta constante sinuosidade azul, que faz dos meus dias a eternidade, e a saudade, apenas uma canção, esta canção que escapa dos teus lábios, fazendo meu grito morrer nos ares e tua beleza, assim a afrontar-me, com este sentimento gostoso ao envolver-me neste sorriso doce, em meio a tanto sal. Talvez seja este mesmo o seu desejo, que eu me perca, suplicando o seu beijo e da terra as lágrimas de um bem, que já não sabe o que fazer, com tanta saudade, some-se ao teu reino, criando mais um conto, molhado de pranto, neste canto, neste mar...

Gerson F Filho
Enviado por Gerson F Filho em 18/07/2006
Código do texto: T196567
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gerson F Filho
Guarapari - Espírito Santo - Brasil, 59 anos
352 textos (8646 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:48)
Gerson F Filho