Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" Fases de Vida e Amor "
Evaldo da Veiga


Às vezes me sinto só e um tanto triste.
Mas a culpa é minha, problema de sintonia.
Desde menino, às vezes, tenho uma
visão distante do mundo em que vivo.
E uma mania cristalizada de viver em outro paradeiro.

Quase sempre consigo manter uma ponte que
atravesso pra lá e pra cá;
mas a ponte não é só minha, ela obedece muito mais
à vida, que quase sempre está do lado de lá.

Queria do meu lado os pássaros, as flores e os bichinhos,
mas não me incomodo se eles estejam dos dois lados...
Mesmo que quando do lado de lá, eu sinta
um tanto de saudade, mas a alegria de saber
que um pouquinho mais estarei junto é uma graça.

Ah! Como me satisfaz esperar sabendo certo
da vinda que traz meus pássaros e meus outros valores...
Minha saudade se movimenta em alegrias mil!
Digo a mim mesmo: que bom esse equilibrio de vida...

Vida que tira e que dá.
Vida que perdoa ou suspende a punição.
Vida que mesmo doendo, oferece como graça,
a expectativa de cura, de alegria,
em outro momento...


N - Imagem, Tela do Salvador Dali

evaldodaveiga@yahoo.com.br


Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 20/07/2006
Reeditado em 03/01/2007
Código do texto: T197945

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:08)
Evaldo da Veiga