Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bem-te-vi

Arrasta a palha na cara negada
Prontificado o reajuste, aparato
A saga do nada, o ninho pálido
Nei-nei traz no bico o jacinto.

Saiu bem cedo a vôo
O filhote sem perigalho
No alto, a montanha gemendo
Perigo, em frota se avizinha.

Doce mãe, pobrezinha!
De avental, viajando o jantar
Os biquinhos secos rastejando
A ávida bocarra da águia a mastigar.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 24/07/2006
Código do texto: T200866

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34092 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:38)
Cesar Poletto

Site do Escritor