Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRISTE LAMENTO DO VENTO

VENTANIA,
ACORDA-ME COM O SEU GEMIDO,
AS RUAS TOMADAS PELO LIXO,
E O CÉU ESCURO, TRISTE AO SEU LAMENTO...
NEM LUA, NEM ESTRELAS,
PRA ABRANDAR A ESCURIDÃO,
SÓ O VENTO É DONO, DESSA IMENSIDÃO...
OLHO PELA VIDRAÇA DA SALA,
A NÉVOA RALA, COMO FUMAÇA,
E NÃO ENXERGO UM PÉ DE GENTE...
SÓ A TRISTEZA DA RUA DESERTA,
AQUEBRANTADA POR PASSOS LARGOS,
ALGUÉM PASSA, COMO UM FANTASMA EMBRIAGADO,
DE MÃOS DADAS COM O VENTO,
ATÉ A PORTA DE CASA.
E O LAMENTO DA VENTANIA,
DERRAMA AS LÁGRIMAS DA CHUVA,
SALPICANDO A MINHA VIDRAÇA.
TRISTE NOITE, QUE ENTRISTECE MINH'ALMA,
COMO A CHUVA NÃO CONTENHO AS LÁGRIMAS...
PASSA UM RIO, DE ENXURRADA,
UM RIO TRISTE E VAZIO...
LEMBRO DE ALGUÉM, SEM MORADA,
QUE LITERALMENTE,
ESTÁ MORRENDO DE FRIO...



01/08/06       TEREZA NEUMANN

Tereza Neumann
Enviado por Tereza Neumann em 01/08/2006
Código do texto: T206610

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tereza Neumann). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tereza Neumann
Salvador - Bahia - Brasil, 62 anos
330 textos (15754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:31)
Tereza Neumann