Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR...

O Amor é uma descoberta a cada dia em meio ao mais surpreendente ato a colorir-nos das cores do arco-íris! Calado ou falante o Amor é um engenheiro de obras que constrói na  alma uma fortaleza infinita de felicidade se soubermos, em paz, alicerçar: de tijolo em tijolo, a casa da sua morada! O Amor é um espetáculo de luzes abstratas porém, mais brilhantes que o sol e com as mais iluminadas formas de alegria e de completude! O Amor é uma delicada palavra que escorre dos lábios, como um regato puro, em direção ao coração apaixonado da sua outra parte:  a provocar uma pequena tempestade de prazeres e sonhos bonitos! O Amor é um sentir de duas peles a estremecerem de arrepios, numa mesma ardência e um sentir de almas  a baterem fortes: sem respirarem;  bem diferente da pausada monotonia de bater só e sem prazer,  um só:  coração! O Amor é uma fronteira que se alarga ao espaço a cada pensamento de bondade e de encanto:  a estender-se no eco das ondas que tocam profundamente a interioridade da pessoa amada! O Amor é um recanto de paisagens sublimes e de astros existenciais que nada tem de concreto, mas que são: humanamente sentidos a cada respirar e suspirar do peito: em ardência Divinizada do sentimento amar! O Amor é quando um casal se descobre unidade na multiplicidade dos jeitos e dos atos das suas vidas: para sempre unidas na força das paixões amantes! O Amor é um jardim das rosas perfumadas dos sonhadores e utópicos que cantam em poesias: os prazeres de amar e ser amado em plenitude e Eternidade! O Amor é uma cavalaria, de asas soltas no ar, a dançar no infinito: o bailado da mais suave melodia que na alma bamboleia e suspira: no amar enfeitiçado de gozo! O Amor é um Ente Superior e também é uma beleza, a mais incontida,  a trazê-lo para o mundo: na Sagração das palavras, dos atos e dos gestos! Porém, o Amor também é um silêncio, nas diretrizes da vontade deste silêncio, que fala sem pronunciar um verbo sequer,  todavia, soletrando o gesto interior: no brilho de um olhar! O amor é uma transcendência das partes ao estado dos espíritos que navegam por mares compartilhados de ondas calmas e contínuas: em uma mesma remada e com um mesmo final! O Amor é um eleito das grandes buscas amorosas quando nós sabemos ouvir a nossa alma: indo muito mais além da presença física ou das necessidades do coração humano! O Amor é isto sim: toda a inspiração que colocamos no papel a depositar toda a ternura e todo o encanto ao bem amado através da delicadeza das palavras e da paz interior; num gesto simplório que aceita: o estar-se só como uma necessidade humana e entende que, o Imortal sentimento que jamais é só: chamado AMOR, para sempre vive em quem verdadeiramente ama e reconhece: a importância do silêncio e de cada  um destes ensinamentos da alma brotados... Enfim, acreditemos, todo verdadeiro AMOR é uma necessidade Sobre-Humana e Eterna... E por sermos: seres amantes, é que jamais a distância, o tempo, o humano nos separa daquilo que, em nosso coração, tem a batida mais forte e mais nos impulsiona a viver esta vida e outras mais que tivermos: O AMOR... (Alexandre Tambelli, para Carla,  11 de junho de 2006: 00:06h).


 

Alexandre Tambelli
Enviado por Alexandre Tambelli em 01/08/2006
Reeditado em 01/10/2013
Código do texto: T207088
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Tambelli
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
676 textos (116272 leituras)
8 áudios (2991 audições)
1 e-livros (398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:45)
Alexandre Tambelli