Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

              Fui!


                                 Rosa Pena 



Resolvi desistir de você.Larguei de mão.Acho que tentei em vão.
Para te ter resolvi até escrever.Virei poeta.
Fiz declaração, um quase soneto, fui direta, expressa, amante confessa.
Apresentei-me pura, madona sem pintura, mulher madura.
Em minha bravata, colori até tua gravata.
Acreditei que tua alma, como a minha, precisava de calma.
Nos meus incursos, utilizei quase todos os meus recursos.
Teu coração sempre ocupado, deixou o meu de lado.
Retribuístes minha proeza, com gentileza.
Em amor não se agradece: Disto carece.
Tentei te mostrar quase todos os meus encantos.
Acho, no entanto, que esqueci de te apresentar uma última faceta.
A mulher que sou de calcinha preta.
Essa? É uma capeta!

2002



ilustração/ a mulher que chora Picasso
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 21/01/2005
Reeditado em 31/10/2008
Código do texto: T2075
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
960 textos (1416738 leituras)
48 áudios (24765 audições)
33 e-livros (29000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 13:00)
Rosa Pena

Site do Escritor