Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ainda que ...

           
               Jurando inocência,um condenado conseguiu o direito de ser ouvido diante do Tribunal antes do cumprimento da sentença de morte que havia recebido:

     "Ainda que...
                   eu perdesse todos os sonhos,
                   que eu gastasse todas as palavras,
                   que nem pudesse mais acreditar...

      Ainda que de mim só restasse...
                                       um gemido,
                                       um suspiro,
                                       um lamento...

      Eu seria...
      Ainda que fechasse os olhos nesse momento,
      Que dissesse adeus...
      Que nem pudesse mais olhar os meus...

      Não se poderia negar...
                              Eu vivi...
                              Eu senti...
                              Eu fui...
     E ainda que eu tenha sido apenas um pouco do que poderia...

     E que a ninguém tivesse marcado com a minha presença...

     Caminhei firme sobre o solo do qual sou agora banido,portanto,o que ninguém poderá me tirar é o direito de ter existido."

   " A morte só pode enterrar suas forças, nunca o valor do tenhas sido."
Heli Paula
Enviado por Heli Paula em 03/08/2006
Reeditado em 03/08/2006
Código do texto: T208582
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Heli Paula
Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
225 textos (9589 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:08)
Heli Paula