Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso vagar


Fantasiando
vivendo  poemas
colorindo o cinzento
o acaso ... veneno
procuro espaços e sonhos
um rio mais risonho
algum  arvoredo

Encontro palavras
escritos   e trovas
Refrescam a  alma
um bem musicado
E me enterneço

Entendo seu canto
tem seu próprio encanto
Se  entende de almas
um algo que acalma
O espaço  não dura
não perca o tempo
Rle mesmo se perde
em arrependimento

Sem razão ou tormento
sem efeito e causa
nenhum esquecimento
só na imaginação
sem comprometimento
constatar  a ilusão
como a  nossa canção
reviver a emoção
desses  nossos momentos

Orvalhos e luz
seria o prelúdio
de algo tão bom
Sem laços , sem traços
apenas abraços
Há muito conduz
sensação que seduz

Nesses nossos pedaços
crescemos  , dançamos
muitos sonhos de paz
talvez eu seja capaz
flutuar entre nuvens
entre anjos  e luzes
esquecer tantas mágoas
perdoar pecadores
sem culpas, sem dores

Talvez sejamos capazes
repetir outra vezes
em cima das nuvens
esse nosso vagar


(2002)
luferretti
Enviado por luferretti em 05/08/2006
Código do texto: T209593
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luferretti
Limeira - São Paulo - Brasil
367 textos (13119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 14:06)
luferretti