Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ode à Memória

Memorial
Perímetro de terras clóricas
Que o afã mastiga lesamente;
Aos banhos de cereja
Sai da toca o josé-mole
Desfilando tintas de cores e aromas;
Vale dos ensangüentados amores
Períneo rodeado por reações acadêmicas
Mores didáticas que o corpo cavouca
E acha debaixo da matriz erguida, a indulgência;
Pelas sombras da gentama
Envelhecidas em barris de pérola
Ergue-se o mártir, rompendo sonhos;
Doninhas penetrantes na oca do padre, charqueiam
Metem as patas e as mãos colhidas de crisântemo
No demodê da história, munificente renque a aludir
A interpretar tramas no ninho da infância
E a requerer lojas de antipáticas sogras
A relembrar.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 05/08/2006
Código do texto: T210046

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:25)
Cesar Poletto

Site do Escritor