Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canonizada Hipocondria

Bate à parede do umbigo, a água suja
O liquor raquidiano que o ano devora, o gosto de urina
E vê a lâmpada da mente respirar;
Não restam foices com flertes insensíveis
Sobram apenas lágrimas de alhos
Choradas por robalos, ao pé da santidade
Pessoa de idade;
Mil perdões aos encíclicos hipócritas
Em suas criptas de mármore que a talha banha;
Limbos decapitados à forteza das imagens
Fora de contexto, o mitocôndrio faltante aborta
E mata a energia pelo abscesso da canonização.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 05/08/2006
Reeditado em 06/08/2006
Código do texto: T210063

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:36)
Cesar Poletto

Site do Escritor