Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce cabocla

Que em sua rede descansa
Embalada na tarde triste
Cheia de preguiça,de lembranças...
Enrolando seu cigarrinho de palha,
dá sua primeira pitada,sôfrega inala, tal como a vida que leva,de um só trago
Olha ao redor e a solidão lhe acena,só o cachorro repousa ao seu lado,
E a fumaça do fogão de lenha saindo pela chaminé,delineia o lar com cheiro de mãe...
Doce cabocla
Que em sua rede tece sonhos,
Liberta de apegos,traça a vida na calma da tarde
Deixou na cidade o radinho de pilha,
A televisão ela quebrou,
Da guerra, nem de ouvir falar...
Só aguarda o cantador que por ali passar,
Com a viola nas costas,e o verso à improvisar,
Vai hastear a bandeira do Jesus menino,
E na roda  da folia de rei vai dançar...
Dança cabocla na tarde que se vai,
A viola chora,
O cachorro acorda
No fogão só as cinzas
A chaminé sem fumaça
E a vida que segue o rumo da estrada
Sinuosa e triste,
E a doce cabocla segue em Paz.

Syl Signoretti
Enviado por Syl Signoretti em 06/08/2006
Código do texto: T210563

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Syl Signoretti
Itajubá - Minas Gerais - Brasil
933 textos (89326 leituras)
76 áudios (9216 audições)
1 e-livros (309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:00)
Syl Signoretti