Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De repente...ELA...

E aí de repente veio aquela sensação novamente.
Ela acordou em um dia comum e se deu conta que
tudo havia termindo.Chorou.Mas bem pouco.
Não se permitiu esquecer de sua vida, para viver
uma decepção.
Olhou o passado em forma de poesia, simplesmente não
quis apagá-lo, ele não poderia mais lhe causar um mal.
Leu as cartas, não conseguiu queimá-las, apenas guardou
em uma caixinha.
Ouviu a música, ela ainda era linda.Não tinha como negar.
Despiu-se de suas mágoas, tirou de seu coração os sentimentos de culpa.
Saiu na rua a procura de sua liberdade, de sua vida.
Encontrou no meio da fumaça um espelho, olhou sua imagem e soube que ainda estava viva.
Viva...Meu Deus!!!Ela estava viva!
Deia Tumenas
Enviado por Deia Tumenas em 12/08/2006
Reeditado em 12/08/2006
Código do texto: T214734

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deia Tumenas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 30 anos
217 textos (16392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:20)
Deia Tumenas