Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MALDITA DURA ARROGÂNCIA

O HOMEM DESFERIU-ME
UM GOLPE COM O OLHAR,
UM OLHAR COMO SE FOSSE
UM CHOQUE ELÉTRICO,
MEDIU-ME DE CIMA A BAIXO,
FRANZIU O CENHO,
PORQUE EU ESTAVA MALTRAPILHA,
SÓ FALTOU JOGAR-ME AOS CÃES,
SUA MATILHA.
PUS-ME A DESNUDAR
MINHAS VESTES PESTILENTAS,
EU, EM ESTADO FÍSICO PERFEITO,
OLHEI O SÓRDIDO HOMEM,
VESTIDO NUM SOBRETUDO,
PORTANDO UM MEDALHÃO DE OURO.
IMAGINEI ELE DESNUDO,
EPIDERMICAMENTE MURCHO,
EXIBINDO TANTO LUXO...
A IRONIA E O ORGULHO,
ACABA PRA TODO MUNDO,
QUE FAZ FEZES COMO EU.
QUE VALIA TINHA O HOMEM?
ARROGANTE, POBRE HOMEM...
BEBE TODO DIA,
O DRINK DA SOBERBA,
ENQUANTO TIVER AMIGOS,
BRINDE COM ELES O ORGULHO
E BEBA DO SEU CASTIGO...
MEU OLHAR EM FLASHES DE TERNURA,
DERRUBOU O VIL SEMBLANTE.
DE MENTE DOENTE,
DE OURO SEMENTE,
ACHAVA-SE O DONO DO MUNDO...
DE SORDIDEZ MALFADADA,
DE ALTIVEZ DERRUBADA,
SÓ FEZES PRA ENTERRAR AQUELE HOMEM...
O LUXO COMIDO,
PELOS VERMES DO LIXO,
NEM LUTA POR LUTO, PELOS AMIGOS!



12/08/06    TEREZA NEUMANN
Tereza Neumann
Enviado por Tereza Neumann em 13/08/2006
Reeditado em 15/08/2006
Código do texto: T215440

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tereza Neumann). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tereza Neumann
Salvador - Bahia - Brasil, 62 anos
330 textos (15749 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:21)
Tereza Neumann