Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

fonte imagem:http://lua_branca.blog.simplesnet.pt/archive/1.jpg


SENTIMENTOS EM PRETO E BRANCO

No caos me viro e me agito. Túmido é o meu gemido. Minhas feridas podres latejam na sombra escura de minha derme e cheiram mal. Alucinada, fico acordada na desordem de minhas convulsões e não me movo. Sou prisioneira de meus temores. Meu caminho está sujo de lixo, vidros quebrados, espinhos, pregos enferrujados, e o tempo escorre de minhas mãos, porque  tenho medo. Perdi meu sorriso atravessando a rua para ir em outra de direção. Na falácia de meus sentimentos, a esperança mentiu pra mim e de tudo não sobrou nada. Talvez, eu estivesse atrasada para abrir as portas fechadas, só que agora é tarde e não há solução, para reerguer-me preciso submeter-me a esse cruel processo de desconstrução.

Rosa Berg
Enviado por Rosa Berg em 15/08/2006
Reeditado em 15/08/2006
Código do texto: T217111

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Berg
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
509 textos (71898 leituras)
30 áudios (5857 audições)
2 e-livros (2212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:51)
Rosa Berg