Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Poema

Trago pontudo
Ao bico que bebe
Feto da breve cinza.

Meu poema é orvalho
Manhã sem igual
Gelo à terra lisa.

Notívago à sede
Dorme, a vida enjeita
Que vigor tem o poema!
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 19/08/2006
Código do texto: T220087

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 17:55)
Cesar Poletto

Site do Escritor