Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Objeto do amor-amar

É verdade, não mentira. É amor, não paixão. Começo, meio e fim, eternidade na palma da mão.
Eu disse me amo, você disse também. Um alguém não egoísta, às vezes sem rima. Brincaria de árvore, madeira e coração.
Namora comigo. Quando se sentir pronto, diz que me ama.
Vamos brincar de amor, com uma casa que terá porta, janelas, telhado vermelho e chaminé. No céu teremos nuvens, sol, lua e estrelas, bem assim, tudo junto de uma só vez!
De repente me senti mais triste e vazia, menor do que o mundo todo. No silencio que ecoa ao meu redor sinto mais forte medo, falta, um desejo acanhado, falta do nosso amor.
Ter e não ter, tocando sem te sentir.Só conto com minha memória vivida, e um pouco da fantasia que inventei ao longo da vida que esperei por você.
MilaCampos
Enviado por MilaCampos em 23/08/2006
Código do texto: T223034
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MilaCampos
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 31 anos
7 textos (132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:09)
MilaCampos