Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sentinela


Olhava as horas, ouvia seus passos, rangia nos móveis o seu espaço... as mesmas partidas, as mesmas chegadas, nenhuma saída... e cumpria seus dias, seu ritual, na monotonia... mas havia um sorriso teimoso frente ao espelho, por entre os dentes, no branco do olho, algo acendia quando a noite chegava... e caminhava pela casa esbarrando nas paredes, emudecidas, tão ásperas e frias... e desenhava no ar gestos com as mãos, numa dança sem par, projetava a ilusão na luz apagada... e a vela acesa, de um olhar de vigília, era o que iluminava...
e sobre a mesa estendia o tecido, criava um motivo, bordava um sonho...
e arrumava o armário, santuário de segredos guardados na barra da saia de um vestido preto...

Na tela da televisão uma cena de um filme qualquer refletia cores no rosto daquela mulher... e no seu pensamento insistia a legenda:
...quem sabe amanhã te vejo
te faço um carinho e te beijo
e tuas mãos soltem a presilha
que pelos cabelos retém o desejo...

Cristina Nunes
Enviado por Cristina Nunes em 23/08/2006
Código do texto: T223202

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cristina Nunes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
421 textos (32645 leituras)
9 áudios (1002 audições)
2 e-livros (97 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:24)
Cristina Nunes